Frases e Versos!!!

Sou o que quero ser, porque possuo apenas uma vida
e nela só tenho uma chance de fazer o que quero.
Tenho felicidade o bastante para fazê-la doce,
dificuldades para fazê-la forte, tristeza para fazê-la humana e
esperança suficiente para fazê-la feliz.
Você só terá sucesso na vida quando perdoar os erros e as decepções do passado.
A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar duram uma ETERNIDADE...
...meu trabalho é o de viver os meus prazeres e as minhas dores.
É necessário que eu tenha a modéstia de viver..."

(Clarice Lispector)

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Nutrição infantil

Nutrição infantil rica em vitaminas e minerais combate desnutrição obesidade


Uma pesquisa realizada em parceria entre a Universidade de Cornell, nos EUA e a Universidade Metropolitana de Londres, na Inglaterra, afirma que pratos coloridos, variedade, e uma disposição divertida dos alimentos incentivam as crianças a se alimentar melhor.
Montar pratos divertidos é um estímulo, um carinho para incentivar seu filho a entrar no mundo da alimentação saudável. Afinal, o brócolis que remete a árvore no prato tem cara e gosto de brócolis. O lúdico entra no universo da criança, e pode acessá-la. Montar pratos, servir comida de uma forma diferenciada, como em copos, ou com o auxílio dos cortadores, tudo é válido. Melhor ainda se a criança auxiliar.
Mas não precisa nem deve ofertar o prato montado todos os dias. A ideia é aproveitar alguns determinados momentos. Ora, no aniversário o bolo não vem com foto de personagem? Vamos utilizar essa ferramenta para o estímulo da alimentação saudável.
Existem adultos que lembram com carinho que suas mães montavam os pratos divertidos, e isso os manteve em contato com aquele alimento, e não precisam de rostinhos para apreciá-los hoje em dia. Mas o carinho e a atenção que seus cuidadores ofertaram naquele momento auxiliou o apreço por aquele determinado alimento saudável!


 Desnutrição e obesidade podem parecer que estão em sentido oposto, no entanto, obesidade é um tipo de desnutrição. As pessoas confundem obesidade com saúde quando, na verdade, o obeso pode estar muito mais doente que o desnutrido. Obesidade causa doença cardiovascular, diabetes, problemas de coluna e muitas outras doenças graves”, explica Daniel Magnoni, médico cardiologista e nutrólogo do Hospital do Coração (HCor).
Cabe aos pais elaborar um cardápio rico em nutrientes com alimentos saudáveis e refeições em horas certas e sem exageros. É importante iniciar a formação de hábitos alimentares assim que as crianças são apresentadas aos alimentos, ou seja, assim que abandonam o leite materno.
“Altere o cardápio a cada refeição, mas não apresente todas as novidades de alimentos de uma só vez. Varie a seleção de carboidratos, que dá a energia para as crianças nas atividades diárias, as proteínas, que são essenciais para o crescimento e desenvolvimento dos pequenos e os alimentos ricos em fibras, vitaminas e minerais, responsáveis pela manutenção e o bom funcionamento do corpo”, diz o especialista.
Sempre que possível, introduza o azeite na alimentação das crianças, pois é um alimento funcional natural, com alto teor de gordura monoinsaturada, o que aumenta o colesterol bom (HDL)
Criatividade colorida

A dica do nutrólogo é que os pais abusem da criatividade e introduzam aos pratos infantis alimentos coloridos para chamar a atenção das crianças. Uma sugestão é decorar as refeições, para atraí-las. Abaixo, algumas propostas que podem seduzir os olhos e fazer muito bem ao corpo na fase do desenvolvimento.

• Prefira carnes magras às vermelhas;

• Insira ao café da manhã iogurte, fibras – para auxiliar na digestão – e frutas;

• Substitua sobremesas calóricas e com muito açúcar por frutas decoradas ou gelatinas;

• Evite os refrigerantes, prefira os sucos naturais;

• Escolha um dia da semana para liberar as guloseimas;

• Não insista para que a criança coma. Ela procurará o alimento oferecido quando sentir fome;

• Varie o cardápio, mas administre bem as novidades;

• Siga uma ordem de horário para as refeições e os lanches intermediários;

• Use a criatividade ao preparar os pratos, abuse dos legumes, para ter um prato colorido, e das formas dos lanches para atrair a atenção.

Atenção: Se seu filho apresenta sinais de desnutrição ou obesidade consulte imediatamente um médico pediatra e um nutricionista.

Fonte: Cyber Clock 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nutricionista/ Cabelereira/Consultora Mary Kay!